Cerimônia no Japão presta homenagens a vítimas de ‘Batalha de Okinawa’, ocorrida há 77 anos

Em Itoman, memorial traz nomes de vítimas da Batalha de Okinawa, ocorrida há 77 anos (Foto: Reprodução YouTube Nippon TV News 24 Japan)

 

Uma cerimônia foi realizada na província de Okinawa nesta quinta-feira (23), em memória às cerca de 200 mi pessoas, incluindo civis, que morreram em uma feroz batalha terrestre travada na província mais ao sul do Japão há 77 anos, no final da Segunda Guerra Mundial.

Os participantes da cerimônia, realizada em um parque na cidade de Itoman, a última área de combate da Batalha de Okinawa, prestaram suas homenagens com um minuto de silêncio ao meio-dia. Dentre os participantes, autoridades, familiares e moradores, além da presença do primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida.

Em declaração na cerimônia, o governador de Okinawa, Denny Tamaki, prometeu “fazer todos os esforços para tornar Okinawa um lugar pacífico e próspero no qual todos os moradores possam sentir felicidade”. Ele também disse que o governo da província “pedirá fortemente a consolidação e redução das bases militares dos Estados Unidos em Okinawa, uma revisão drástica do acordo de status de forças Japão-EUA e o cancelamento de um plano para construir uma nova base militar em Henoko”.

O governo japonês planeja construir uma nova instalação no distrito de Henoko, na cidade de Nago, em Okinawa, para realocar a estação aérea de Futenma do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA em Ginowan, outra cidade de Okinawa.

Já Kishida disse em um discurso na cerimônia que “meu coração dói quando penso nos arrependimentos de todos os mortos de guerra cujos nomes estão em monumentos de pedra e na tristeza das famílias enlutadas”. Sobre a presença militar dos americanos na prefeitura, Kishida destacou: “Produziremos resultados visíveis passo a passo para a redução da carga (de hospedar bases dos EUA)”.

Em outra parte da cerimônia, Honona Tokumoto, uma menina de 7 anos do ensino fundamental na cidade de Okinawa, recitou seu poema sobre a paz. 23 de junho de 1945 é considerado o último dia da luta organizada da Batalha de Okinawa. Os nomes de 55 pessoas foram adicionados à lista de vítimas inscritas em monumentos de pedra no parque, elevando o total para 241.686.

Jiji Press / Translated by Nippon Já

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.