Gueinosai volta após dois anos com promessa de casa cheia no Bunkyo

Festival que acontece neste fim de semana reúne os mais destacados grupos de dança japonesa

 

(Por Tiago Uehara)

Um dos eventos culturais mais tradicionais da comunidade está volta. Após dois anos, neste sábado e domingo (dias 25 e 26), às 10h, acontece no Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social – o “Gueinosai – Festival de Dança e Música Folclórica Japonesa”. Reunindo mais de 100 atrações e 300 participantes nos dois dias, o evento retorna após dois anos.

Com atrações de música, dança, teatro, taikô e diversas outras apresentações sobre a arte tradicional japonesa, o evento terá entrada gratuita, mediante doação de 1kg de alimento perecível. Um dos destaques que promete empolgar o público será o “Finale”, com a apresentação do Grupo Tottori Shan Shan Kassa Odori, que fechará o evento com estilo.

Com apresentação bilingue, o festival terá dois apresentadores, um falando em português e outro em japonês. Segundo os organizadores, a procura do público não-nikkei vem aumentando. Além disso, no hall da entrada terá bazares com comida, doce, produtos artesanais e várias outras coisas. E também contará com um buffet que servirá comida japonesa.

 

Inovação – Uma inovação feita nessa edição, segundo o novo presidente da Comissão de Música e Dança Folclórica Japonesa do Bunkyo, Guilherme Seigo Matsumoto, foi o planejamento de marketing feito para divulgar o evento. Querendo atingir o público mais jovem, o festival usará as redes sociais para ficar aberto ao novo público, além de atrair e engajar um público não-descendente.

Guilherme Seigo Matsumoto e Rumi Kusumoto, da comissão

 

Sendo pioneiro nos eventos sobre o Japão no país, este ano era para ser a 57º edição do festival, mas devido ao covid, ficou parado por dois anos. Começando 57 anos atrás, o Geinousai era realizado quando o Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social) nem tinha auditório. “Naquela época, terminávamos às 4 horas da manhã”, relembra Rumi Kusumoto, presidente da comissão organizadora do festival.

O motivo para dois anos sem festival foi a preocupação com a covid. Tendo muitos participantes da terceira idade, a comissão organizadora preferiu manter a segurança dos seus artistas. Tentou se fazer um projeto online, mas não foi adiante. Além disso, um documentário está em planejamento sobre o festival e seus artistas durante esse período. A organizadora, Rumi Kusumoto, disse que se preocupa com a aglomeração, mas também sabe que a preocupação com os artistas é o aplauso que eles podem receber do público.

 

55º Gueinosai – Festival de Dança e Música Folclórica Japonesa

Data: 25 e 26 de junho (sábado e domingo)

Local:  Rua São Joaquim, 381, Liberdade, São Paulo (próx. do metrô São Joaquim)

Horário: 10h às 17h

Entrada gratuita com 1kg de alimento não perecível, que serão doados para entidades beneficentes

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.