Museu da Imigração Japonesa no Exterior impressiona pela trajetória dos imigrantes

Museu está localizado no prédio da Jica, em Yokohama excelente ponto de turismo para estrangeiros (Foto: Silvio Mori)

 

Localizado em Yokohama, o Museu conta a história dos primeiros imigrantes japoneses pelo mundo

(Silvio Mori, especial para o Nippon Já)

O passeio pelo Museu da Imigração Japonesa no exterior é uma verdadeira aula de como os japoneses deixaram o Japão e conquistaram outros territórios pelo mundo. Em um único andar, o labirinto formado por fotos, painéis com textos, vídeos e manuscritos, o visitante conhece a história dos primeiros “isseis” desde a partida até a chegada nos destinos, como América Central e América do Sul.

A reprodução de objetos levados pelos imigrantes impressiona pelo realismo, roupas, livros e ferramentas, eram o que preenchiam as malas dos viajantes. Nos painéis dados, história e o mapa do Brasil sempre em destaque. Muitos japoneses iniciaram a nova vida no Brasil nas plantações de café, alguns se destacaram no agro, principalmente na produção de hortifrútis.

Para matar a saudade de casa e dos produtos nipônicos, os japoneses recorriam a uma pequena mercearia. Uma réplica da mercearia mostra como eram as vendas antigamente, lembrando bem os comércios de “produtos brasileiros” existentes nos dias atuais no Japão.

 

Turismo – O Museu está localizado no prédio da Jica, em Yokohama, um excelente ponto de turismo para os estrangeiros, principalmente descendentes que queiram saber mais sobre a Imigração Japonesa que envolve seus antepassados. Há também computadores, onde o visitante pode descobrir o ano e qual navio seus antepassados vieram para o Brasil .

Para quem mora no Japão, o local está aberto de terça a domingo, das 10h às 18h (com última entrada às 17h30). Para mais informações acesse o site da Jica (www.jica.go.jp)

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.