Vice-ministro de Estado dos Negócios Estrangeiros do Japão visita o Brasil para fortalecer relações bilaterais

Vice-ministro participou de reunião com os membros do Grupo Parlamentar Brasil-Japão, deputados federais Kim Kataguiri e Vitor Lippi (Foto: Embaixada do Japão)

Em visita ao Brasil nesta semana, o vice-mnistro de Estado dos Negócios Estrangeiros do Japão, Kiyoshi Odawara, tratou de diversos assuntos relacionados a questões bilaterais entre ambos os países, além de conhecer entidades e locais representativos da comunidade em São Paulo.

Na segunda-feira (02), os encontros tiveram como foco a parte política e diplomática. Em Brasília, Odawara reuniu-se com os deputados federais Kim Kataguiri e Vitor Lippi, membros do Grupo Parlamentar Brasil-Japão, para discutirem o fortalecimento do intercâmbio de parlamentares entre os dois países, visando o maior desenvolvimento das relações Japão-Brasil. No mesmo dia, ele reuniu-se com o secretário especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Almirante Flávio Rocha, para trocarem opiniões sobre temas como a situação na Ucrânia, o ambiente de segurança no Leste Asiático e a segurança econômica, além de reforçarem a intenção de promover ainda mais cooperação estratégica entre Japão e Brasil.

A agenda de Odawara também incluiu um encontro com o ministro interino das Relações Exteriores, embaixador Fernando Simas Magalhães. Além de falarem sobre a cooperação bilateral em uma ampla gama de campos, incluindo segurança, Odawara e Magalhães também confirmaram o compromisso dos dois países com a promoção da cooperação estratégica no âmbito internacional, em áreas como a situação na Ucrânia e a reforma da ONU (Organizações das Nações Unidas). Além disso, consideraram avançar nas tratativas visando à assinatura da troca de notas referente à concessão do empréstimo de até 30 bilhões de ienes (aproximadamente R$ 1,2 bilhão) do projeto de apoio emergencial em resposta à crise da COVID-19.

A agenda de encontros e reuniões também foi movimentada na terça-feira (03), com visita às instalações da Força Aérea Brasileira no Aeroporto Internacional de Brasília. Na ocasião, o Brigadeiro de Infantaria da Aeronáutica (reserva) Agostinho Shibata recepcionou a comitiva japonesa. Odawara enalteceu o sucesso dos militares nipo-brasileiros de alto escalão no Brasil e expressou sua esperança no desenvolvimento do intercâmbio de defesa entre os dois países.

Já em São Paulo, foi a vez da comunidade ganhar destaque na agenda do vice-ministro. Acompanhado do cônsul geral Ryosuke Kuwana; da cônsul geral adjunta Chiho Komuro; do cônsul Hiroyuki Ide; e vice-cônsul, Kimiko Nakagawa, Odawara visitou o Pavilhão Japonês, no Parque do Ibirapuera, além de prestar homenagem no Irei-hi (Memorial em Homenagem aos Imigrantes Pioneiros Falecidos).
Em rápido encontro com jornalistas, o vice-ministro fez um balanço sobre a passagem pelo Brasil, além de abordar a questão dos vistos para yonseis (quarta geração de filhos de japoneses). Segundo Odawara, o assunto foi debatido no encontro do dia anterior com o Grupo Parlamentar, mas reconheceu a vontade dos descendentes de irem ao Japão, garantindo que a pauta será debatida no retorno ao seu país. Outros assuntos levantados durante a coletiva de imprensa foram a tecnologia 5G e a questão geopolítica atual, em especial Rússia-Ucrânia. Para o vice-ministro, o atual conflito não atingiria de uma forma dura a relação econômica com o Brasil e Japão.

No Bunkyo – Na sequência, Odawara visitou o Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social –, localizado no bairro da Liberdade, onde foi recepcionado pelo presidente da entidade, Renato Ishikawa; pelos vices, Roberto Nishio, Rodolfo Wada e Lídia Yamashita e pelo presidente do Conselho Deliberativo, Jorge Yamashita; além do secretário administrativo, Eduardo Goo Nakashima.

Após uma breve apresentação, eles se dirigiram para o sétimo andar do edifício, onde iniciaram a visita ao Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil. Ciceroneado pela presidente da Comissão de Administração do MHIJB, Lídia Yamashita, o vice-ministro conheceu um pouco mais sobre a história dos pioneiros. Sempre acompanhado do cônsul geral do Japão em São Paulo, Ryosuke Kuwana, Odawara encerrou sua visita no oitavo andar.

Nesta quarta-feira, 4, o vice-ministro seguiu para São Luis Potosi, no México, onde participa de uma cerimônia em comemoração ao 125º aniversário da imigração japonesa no México.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.